Além de elevar a qualidade das transmissões, o Sistema Brasileiro de Televisão Digital tem funcionalidades extras para facilitar a acessibilidade de deficientes auditivos e visuais aos conteúdos exibidos através de Closed Caption e Audiodescrição. Aproveitando as possibilidades do sistema, a ShowCase PRO desenvolveu uma solução que acelera a localização de pessoas desaparecidas, emitindo avisos durante a programação das emissoras.

 

Graças a camada de dados usada nas transmissões para enviar o Guia de Programação, Closed Caption e Audiodescrição aos televisores, também é possível comunicar desaparecimentos a um grande número de pessoas na região das ocorrências e facilitar a localização nas primeiras horas. Fotos e informações de contato são agregadas à transmissão a partir de solicitação de órgãos do governo e exibidas, independente da programação que está no ar.

 

Para colocar em prática este serviço de extremo valor social é necessária a adesão das emissoras brasileiras e a regulamentação pelo governo. Nos televisores atuais, também é preciso ativar o serviço de Closed Caption para ver as mensagens, mas no futuro esta função pode ser automática.

 

Iniciativas do gênero existem no exterior há mais de duas décadas, sendo o Alerta AMBER a mais famosa. Ele foi criado em 1996, no Texas (EUA), depois de uma menina de 9 anos, chamada Amber Hagerman, ser sequestrada e encontrada sem vida. O intuito do alerta é fazer com que a população ajude a achar crianças que foram sequestradas com mais rapidez. Além de ser uma homenagem a menina, a sigla AMBER significa “America’s Missing: Broadcast Emergency Response.”

 

O Alerta é disparado através de todos os meios de comunicação, Rádio, TV, Celular, letreiros (em estradas, ônibus e outros), com informações sobre a criança raptada, veículo que a criança está ou informações sobre o sequestrador. O sistema já é utilizado nos Estados Unidos, Canadá, México, Austrália, França, Irlanda, Malásia, Reino Unido, Bélgica, Bulgária, Chipre, República Checa, Alemanha, Grécia, Itália, Países Baixos, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia e Espanha.

 

No Brasil a importância do assunto é ainda maior. Um levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública analisou 693.076 boletins de ocorrência registrados entre 2007 e 2016, chegando a um resultado é assustador: Oito pessoas somem por hora no Brasil. A edição de 2018 do mesmo estudo, feito sob encomenda do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, somou 786 mil desaparecidos nos dez anos nos anos anteriores. Deste total, até 400 mil são crianças e adolescentes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like

Estúdio volumétrico ajuda a contar o Holocausto

Soterrados por milhares de vídeos, podemos ter a impressão de não deixar…

SET EXPO: A próxima geração da televisão

Há pouco tempo o maior foco na discussão sobre a TV digital…

Intercom IP Clear-Com será destaque na InfoComm

A Clear-Com estará no estande W1447 da InfoComm, de 8 a 10…