Com o mínimo de intervenção humana e quase nenhum hardware, o sistema de produção unificada X-ONE é o retrato dos dias atuais. Criado pela belga EVS, ele exibe em duas telas touch os recursos essenciais para cortar imagens, criar replays, controlar o áudio, acionar gráficos e demais funções comuns em uma transmissão ao vivo.

 

A proposta é bem-vinda por quem precisa se diferenciar na era da ‘lives’ massificadas, mas não pode investir em uma estrutura tradicional. De igrejas a pequenas unidades móveis, de jogos sem grande apelo a estúdios compactos, a lista de usuários potenciais parece não ter fim.

 

O tudo-em-um recebe os sinais de até seis câmeras HD 1080i/720p, combináveis com gráficos e imagens gravadas através de uma interface intuitiva que se adapta a cada evento. Se operador não der conta de tudo sozinho (e nós sabemos que não dará), há um assistente de produção virtual que sugere quais cenas devem ser reprisadas ou irem para o clipe de melhores momentos.

 

Especificações:
Servidor em 2 unidades de rack
Até 6 entradas HD (1080i/720p)
Até duas saídas
Armazenamento para até 80 horas de conteúdo
Conexões redundantes 10 GBit/s
2 x 1GB adn 2 x 10GB Network Connections
Tally over Ethernet (TSL)
Tela dupla touchscreen com 10 pontos de toque

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like

Dados e gráficos em tempo real com simplicidade

O Elections CG tem sido usado nas coberturas eleitorais de Portugal, Espanha…

Blackmagic anuncia Teranex Mini SDI to DisplayPort 8K HDR

O Teranex Mini SDI to DisplayPort 8K HDR da Blackmagic é uma…

Huawei demonstra evolução da conectividade 5G e LTE

Estimativa de que quantidade de dados por usuário 5G chegue aos 70GB…