A TITAN RTX foi criada para atender pesquisas com inteligência artificial, análises de dados em larga escala e criação audiovisual, incluindo edição em 8K.
A TITAN RTX foi criada para atender pesquisas com inteligência artificial, análises de dados em larga escala e criação audiovisual, incluindo edição em 8K.

Durante a NeurIPS Expo (Neural Information Processing Systems), a NVIDIA anunciou a GPU para desktop mais poderosa da história. A TITAN RTX foi criada para atender pesquisas com inteligência artificial, análises de dados em larga escala e criação audiovisual, incluindo edição em 8K.

No evento sobre redes neurais realizado esta semana em Vancouver, Canadá, a NVIDIA destacou que em aplicações com deep learning, a TITAN RTX alcança incríveis 130 teraflops (operações de ponto flutuante por segundo). Outros números igualmente impressionantes são a memória GDDR6 de 24 GB e a largura de banda de 672 GB/s proporcionadas por 4.608 núcleos CUDA de computação paralela.

Esta capacidade, aliada ao algoritmo para rederização de imagens tridimensionais com o método de Ray Tracing em tempo real, proporciona recursos suficientes para edição de vídeo 8K em tempo real.

Para os mais recentes headsets de realidade virtual, a TITAN RTX ainda dispõe da porta de comunicação VirtualLink para centralizar o processamento e a conectividade.

A novidade já está disponível nos Estados Unidos por US$ 2499.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like

DMG Lumière by Rosco: Iluminação na ponta dos dedos

Desde o surgimento do cinema colorido, os profissionais de iluminação colocam géis…

Foccus, ERI e GatesAir equipam novo parque técnico da CBN

A Rádio CBN São Paulo modernizou e ampliou o seu parque técnico…

Imagens 8K do Vaticano chegam aos espectadores da NHK

O canal japonês BS8K exibiu no último domingo (2) imagens com resolução…